Habilidades socioemocionais serão cada vez mais requeridas no futuro tecnológico, alerta Marcos Piangers

18/11/2020 - 16h57

“Agora é o coração humano, e não o cérebro, que nos diferencia”, alerta o best-seller Marcos Piangers ao falar sobre o futuro do trabalho e o trabalho do futuro, no evento on-line promovido pela Faculdade de Tecnologia Senai Mato Grosso (Senai MT). De acordo com o ele, adaptabilidade, liderança, criatividade e resoluções de problemas são habilidades essenciais para garantir espaço no mercado de trabalho que será, cada vez mais, composto por tecnologia e inteligência artificial.

Em consonância com Piangers, o doutor em educação Guto Niche afirmou que “em tempo de revolução tecnológica e digital, o protagonismo humano volta a ser foco”. ‘O futuro das profissões’ foi organizado pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL MT) e debateu questões essenciais para liderar o mercado do futuro.

‘Como você se posiciona frente a diversas mudanças tecnológicas? A Fatec é a única faculdade em Mato Grosso que trabalha as tecnologias nas mais diversas formas. Possuímos diversos cursos, desde Big Data e Internet das Coisas, e podemos oferecer um reposicionar profissional’, disse a diretora geral da Fatec Senai MT, Lélia Brun.

Para o presidente do Sistema Fiemt, Gustavo de Oliveira o futuro requer domínio técnico e a habilidade de se adaptar. “Toda e qualquer atividade precisa de um nível de planejamento e previsibilidade, mas sempre vai precisar de gente capaz de se adaptar aos novos contextos”, enfatizou.

Além dos impactos da revolução tecnológica no mundo do trabalho e nas profissões, o superintendente do IEL MT destacou a mudança no perfil comportamental das pessoas que buscam valores e propósitos que melhorem o mundo.  “Nesse sentido, as instituições que compõem o Sistema Fiemt tem muito para contribuir com empresas e pessoas para que todos tenham um futuro com excelentes resultados financeiros, sociais e ambientais”.

Cases de sucesso

O doutor em educação Guto Niche conduziu a apresentação de cases de sucesso. Participaram a Gerente de Planejamento Estratégico da Mika da Amazônia, Enizeth Teixeira, e o Head of Product Management da Nuvem Tecnologia, Ricardo Torres, e os estudantes Izabel dos Santos e Luan Lima, além do diretor acadêmico da Fatec Senai MT, Rubens de Oliveira.

Quando se pensa em tecnologia, Torres destaca que não há limites para novas profissões: “É uma infinidade de opções, profissões são criadas a todo momento. E temos profissionais que estão se formando e outros que já se formaram na Fatec e são um diferencial para nós”. O estudante de Agrocomputação Luan Lima destacou que cada vez mais produtores utilizam tecnologia no campo.

“Tudo que é tecnologia tem uma lógica por trás, e isso que é interessante no curso, porque assim conseguimos criar soluções e resolver problemas que não conseguiam. A Fatec botou o pé na roça e entendeu o que o profissional precisava ter de conhecimento e habilidades para que pudesse atender as demandas do mercado”, disse Lima.

Para os especialistas, o mercado do trabalho do futuro será feito de empatia e tecnologia. “O Futuro que eu espero é o tecnológico, e a Fatec tem nos preparado para ser o profissional que as indústrias precisam. É importante cuidar de pessoas e Gestão de Recursos Humanos é isso”, finaliza Izabel.

Assista  na íntegra pelo canal da Fatec Senai MT no Youtube

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940