Parceria entre Senai e Grupo Rota Oeste qualifica jovens e proporciona primeiro emprego

26/08/2021 - 15h39
Ao todo, 20 jovens participaram do curso, que teve 
início em maio deste ano; 16 serão contratados

Reginaldo Gomes, 21 anos, acaba de se formar no curso ‘Mecânico de motores ciclo a diesel’, oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Várzea Grande, em parceria com o Grupo Rota Oeste. Com conhecimento adquirido em 704 horas/aulas, entre teóricas e práticas, ele aprendeu manutenção preventiva e corretiva de veículos pesados rodoviários, de acordo com normas técnicas e de segurança, e está pronto para o mercado de trabalho.

A melhor notícia é que não será preciso entregar currículos ou passar por processos seletivos. Reginaldo concluiu o curso e já foi contratado pela empresa. “Nunca imaginei trabalhar com mecânica. No primeiro momento, pensei que seria uma vaga de emprego, mas assim que procurei o Senai descobri que se tratava de um curso de qualificação e com bolsa de estudos. Então, me matriculei”, lembra o jovem, ressaltando que está feliz com a oportunidade de ser efetivado.

Assim, como ele, o colega de turma Raylson de Oliveira, 20 anos, está empolgado para iniciar sua carreira como processador de garantia. “O sentimento é de gratidão. Os conhecimentos adquiridos são muito amplos, para minha vida pessoal e profissional. Sou grato ao professor pelos ensinamentos, ao Senai, pela estrutura que nos proporcionou, e ao Grupo Rota Oeste, pelo aprendizado e pela oportunidade de emprego. Com certeza, iremos levar essa experiência pelo resto da vida”, pontua.

Reginaldo Gomes, 21 anos, recebeu qualificação e é
um dos contratados pela  empresa

Ao todo,  20  jovens, maiores de 18 anos, iniciaram os estudos na turma, em maio, e se preparam para realizar diagnósticos e reparação em sistemas de motores e gerenciamento eletrônico utilizados em veículos pesados como caminhões e ônibus. Com a conclusão do curso,  16  deles terão a oportunidade de trabalhar no grupo, alguns em áreas administrativas, outros como mecânicos.  Vale ressaltar que alguns não ficaram na área técnica, mas devido aos conhecimentos adquiridos foram alocados em outros setores.

Unindo conhecimento

O presidente executivo do Grupo Rota Oeste, Gilmar Meneghini, explica que esse era um sonho antigo da companhia, que previa como uma grande oportunidade formar pessoas para atuar na empresa. “Para a concretização desse desejo, foi superimportante e decisiva a parceria com o Senai, uma instituição forte que nos deu o suporte em vários aspectos do projeto, como didática, conteúdo, além da força para atrair esses jovens para o curso”.

Raylson de Oliveira, 20 anos, está empolgado para
iniciar sua carreira como processador de garantia

Em sua opinião, a junção de expertises “deu muito certo”. Segundo Meneghini, a parte mais gratificante é ver jovens tendo a oportunidade de uma formação de qualidade e de contratação. “É o início de uma carreira com base sólida para eles. Além disso, teremos pessoas que já entendem a companhia e a sua cultura, que está entrando com muita vontade de crescer”, comemora o executivo, assegurando que o grupo planeja qualificar novos colaboradores em parceria com o Senai.

O instrutor de treinamento Jauri Carvalho, que foi um dos professores da turma, atua no centro de treinamento da empresa há mais de 10 anos e já formou trabalhadores no Brasil todo, atesta a importância da parceria. “Para o jovem que está começando é muito interessante que obtenha um certificado de uma marca reconhecida mundialmente, com a que trabalhamos, e ainda possa contar com o peso da expertise do Senai. É agregar muito valor ao currículo”, afirma o profissional que começou na empresa como mecânico e buscou, ao longo dos anos, se qualificar para ensinar.

O instrutor Jauri Carvalho foi um dos professores da turma

O gerente do Senai de Várzea Grande, Vivaldo Matos, lembra que a instituição tem como premissas transformar vidas por meio do conhecimento, geração de emprego e renda e transferências de tecnologia, além de fortalecer a indústria, unindo forças. “Para isso, buscamos também empresas parcerias, realizando trabalho integrado, potencializando recursos, pessoas e experiências. Assim, acreditamos que estamos dando uma importante contribuição à sociedade, pela qual esses jovens, dentro desse projeto, têm as vidas transformadas. Esse é o nosso grande objetivo, atender a indústria e a comunidade”, conclui.

Texto: Viviane Saggin

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940