Aluno do Senai Cuiabá participa de seletiva para maior competição de educação profissional do mundo

13/09/2021 - 09h55
Para representar o Senai MT na competição, Adryel
enfrenta uma rotina intensa de treinamento

O estudante Adryel Victor Rios dos Reis, de 22 anos, do curso de Panificação, da unidade do Senai Cuiabá, participa entre os dias 13 e 17, em Belo Horizonte (MG), da etapa nacional da Olimpíada do Conhecimento, seletiva WorldSkills Competition (WSC) - a maior competição de educação profissional do mundo. A fase reúne jovens de outros cinco estados, que disputam vaga para representar o Brasil na 46ª edição da WSC, que será realizada em Shanghai, na China, em 2022.

A seletiva, realizada pelo Senai Nacional a cada dois anos, tem como objetivo destacar as habilidades técnicas e pessoais dos jovens em avaliações elaboradas com base nas qualificações exigidas pelo mercado de trabalho e nos avanços tecnológicos. Os participantes têm que executar tarefas, do dia a dia, das empresas, dentro de prazos e padrões internacionais de qualidade

No treinamento para a seletiva, os competidores passaram por condições reais de prova treinando tempo, projetos, tipos de materiais, ferramentas e instrumentos, buscando alcançar índices de excelência para participação da prova oficial.

Dos cinco competidores desta etapa, dois seguirão para nova disputa. Eles continuarão no processo de treinamento e se enfrentam novamente. O vencedor poderá ser o representante brasileiro na etapa internacional. Mais que uma competição, a participação do Brasil na WSC tem como objetivo a troca de habilidades, experiências e inovações tecnológicas com outros países, ainda consolidar o país como uma das referências mundiais na educação profissional.

Preparação

Para representar o Senai MT na competição, Adryel enfrenta uma rotina intensa de treinamento. Como forma de avaliar as habilidades e desempenho do competidor, o estudo é focado no tema proposto pela organização da competição, que nesse ano é Egito.

O jovem precisa montar e modelar massas de pão em diversos formatos, baseados no tema da prova. São critérios para avaliação: cor, sabor, aroma, coloração, textura, uniformidade, padronização e aparência final dos pães.

Competidores precisam montar e modelar massas
de pão em diversos formatos, baseados no tema da prova

“É com grande satisfação e alegria que me preparei para a competição. Sei que esse projeto envolve muitas pessoas e tem o propósito de impulsionar o cenário mato-grossense de panificação e, pra mim, fazer parte disso é muito gratificante. Então, vou dar o meu melhor”, declarou.

O Delegado Técnico da Olimpíada no SENAI MT, Willian Pacheco, afirma que a expectativa é grande e que todos estão confiantes no bom resultado na seletiva. “Estamos muito preparados para participar na competição nacional com essa ocupação. Nosso competidor é focado e vem com ótimos resultados no treinamento. Tenho certeza que o Senai Mato Grosso fará uma ótima participação”.

A diretora do Senai MT, Lélia Brun, afirma que a instituição, além de qualificar e formar pessoas, é um instrumento de preparação de alunos para diversas competições e olimpíadas. “Termos um participante nesta edição da WorldSkills da área de panificação é um privilégio. Mato Grosso tem várias indústrias neste segmento, o que confirma que estamos preparados para formar profissionais, não somente para o mercado interno, como também para concorrer em alto nível”, comemora.

Segundo Lélia, a Olimpíada do Conhecimento proporciona aos participantes um desenvolvimento pessoal e técnico, utilizando modelos de educação atuais, baseados em competências técnicas e socioemocionais. “Estamos todos na torcida!”

Equipe do Senai Mato Grosso está na torcida

Segundo Lélia, a Olimpíada do Conhecimento proporciona aos participantes um desenvolvimento pessoal e técnico, utilizando modelos de educação atuais, baseados em competências técnicas e socioemocionais. “Estamos todos na torcida!”

As seletivas

Nas provas, os competidores precisam alcançar índices de excelência ao executar tarefas semelhantes às que realizam no dia a dia na indústria ou no setor de serviços. Os brasileiros são alunos de cursos técnicos e de formação profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Os participantes precisam realizar provas de acordo com padrões internacionais de qualidade. Cada seletiva dura, em média, 20 horas, divididas em quatro dias de provas. Por exemplo, na ocupação de Tecnologia Automotiva, o profissional precisa fazer todo o diagnóstico do motor, que inclui a desmontagem da peça e a medição de todos os componentes móveis, além da solução dos problemas. Tudo isso no menor tempo possível.

São avaliadas habilidades técnicas e pessoais. Os mais bem colocados em cada uma das ocupações recebem medalhas de ouro, de prata e de bronze.

Saiba mais sobre a WorldSkills Aqui.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940